Etimologia de Economia

Localizado no latim medieval como oeconomia, sobre o grego oikonomy, formado a partir da combinação de: oîkos, que se refere à ideia de casa ou morada, com raiz no indo-europeu *weik-(1), no que diz respeito a um grupo de indivíduos, e o verbo némein, interpretado como a ação de gerenciar ou distribuir, com referência no indo-europeu *nem-, por atribuir.

A partir desta denominação os gregos antigos expressavam uma ideia geral: a administração de tudo relacionado a uma casa. Com o passar do tempo, esta palavra foi aplicada à administração de qualquer atividade humana, na qual é necessário responder a três questões fundamentais: o que produzir, como produzir e para quem produzir.

Os grandes marcos históricos que determinaram o rumo da economia

- O nascimento da agricultura no período Neolítico estabeleceu um avanço decisivo para a criação de excedentes e, consequentemente, para a troca de bens.

- O surgimento da moeda como forma de pagamento da qual substituiu a troca proporcionou uma multiplicação das trocas comerciais entre as comunidades humanas.

- A expansão dos mercados a partir do descobrimento da América permitiu o surgimento das primeiras instituições financeiras.

- A primeira Revolução Industrial, no final do século XVIII, mudou as formas tradicionais de produção e gerou uma nova dinâmica no conjunto das atividades produtivas.

- A economia como disciplina científica foi fundada a partir da publicação "A riqueza das nações", de Adam Smith, em 1776.

- A inauguração do Canal do Panamá em 1914 se tornou um elemento dinamizador do comércio marítimo internacional.

- A Queda do Muro de Berlim em 1989 estabeleceu a liquidação do modelo de economia planejada.

- Por último, a revolução da internet iniciada no final do século XX significou uma mudança de modelo em todas as ordens e, claro, também na economia.

Macroeconomia e microeconomia

A macroeconomia está focada no estudo dos parâmetros gerais que afetam a economia de uma nação, tais como o PIB, a inflação, o desemprego, o déficit público e a balança comercial.

Na microeconomia, aqueles que tomam as decisões são os agentes individuais, por exemplo, os consumidores e as empresas. Este ramo analisa as decisões concretas que afetam o desenvolvimento econômico.

Estes dois grandes ramos não são totalmente independentes, já que o conjunto de decisões individuais afeta a economia global e, paralelamente, o papel do estado sobre a economia condiciona o comportamento de consumidores e empresas.

    : carlac

Vinculado

Buscador