Etimologia de Escravo

O clasificativo e estigma de escravo tem referência no latim medieval como sclavus, em relação ao grego bizantino sklábos, sendo uma derivação de sklabēnós, traduzido como eslavo, originalmente como auto-referência pelos própios povos eslavos, como slovĕninŭ, se localizando geograficamente na maior parte na Europa Oriental, sufrendo os abusos da comunidade muçulmana espanhola no século IX.

Por outro lado, existe um paralelismo refletido pela denominação latina servis, interpretando-se como servo, na influente cultura da Roma antiga, que assim apontava para a figura do escravo como um bem, de modo que todos os direitos da sua vida le perteneceram a alguem. A partir do desenvolvimento do feudalismo, o servo tomou certas atribuições, porém isso funcionaria como uma maneira de disfarçar a continuidade politicamente correta e endossada da submissão e privação da liberdade, ainda instalando a ideia de que se trabalha para a terra, para esconder e proteger o chefe.

A servidão, por outro lado, é apreciada no latim servitūdo, o qual eventualmente seria adotado para se referir às pessoas que realizam tarefas domésticas em uma residência. Mesmo na estrutura religiosa, ele é misto para manifestar a linha "servo de Deus", propondo uma dedicação e devoção absoluta ao Senhor.

    : Zdenek Sasek

Buscador