Etimologia de Homossexualidade

É uma combinação dada pelo prefixo homo-, com referência ao grego homos, interpretado como igual, e o adjetivo sexual, registrado no latim tardio como sexuālis, sobre o latim sexus, determinado pelo sufixo -dade, visto no grego -tas, atuando como agente de qualidade. A atração sexual no ser humano não está sujeita a um padrão fixo. De fato, em princípio, existem três variantes possíveis: heterossexualidade, bissexualidade e homossexualidade. Esta última palavra expressa a inclinação para alguém do mesmo sexo.

Etimologia de lésbica, gay e do princípio sodomita

Os termos lésbica e amor lésbico começaram a ser utilizados em seu sentido atual no século XIX em um tratado de medicina. Esta palavra faz referência à ilha grega de Lesbos, onde a poetisa Safo e seus discípulos recitavam poemas e provavelmente mantinham relações íntimas.

A palavra inglesa gay provém do vocábulo francês gai, que em sua origem significava despreocupado ou alegre. Com o passar do tempo, os homens homossexuais começaram a referir a si mesmos como gays.

No século XVIII existiam lugares onde os homossexuais se conheciam e se conheciam com o termo "Molly house" (a palavra Molly em inglês é um diminutivo de Mary). Estes locais são considerados os precursores dos atuais bares gays.

As práticas homossexuais também foram conhecidas como sodomia. Este termo deriva de Sodoma, uma cidade que junto com Gomorra foi destruída por Deus pela vida pecaminosa que levavam seus habitantes. É fundamental destacar que as histórias que aconteciam em Sodoma expõem vínculos puramente físicos, de luxúria e perversão. Não se contemplava a possibilidade de um projeto de vida entre duas pessoas do mesmo gênero.

A pederastia na Grécia Antiga

Na atualidade, o termo pederastia apresenta um valor claramente depreciativo, uma vez que se refere ao abuso sexual com menores de idade. Além disso, este tipo de conduta constitui um delito castigado pela lei.

Na Grécia antiga, a pederastia tinha uma avaliação moral bem diferente. Nos ambientes sociais era comum os adolescentes manterem relações íntimas com homens mais velhos. Como regra geral, os adultos eram pessoas economicamente mais abastadas e os jovens eram escravos ou estrangeiros com recursos limitados. Não se deve esquecer, por outro lado, que nas escolas filosóficos os professores e seus discípulos mantinham estreitas relações de amizade e esta afinidade emocional levava muitas vezes a uma relação homossexual.

Sinônimos ou expressões de ataque e discriminação?

Em relação ao homem, a condição de homossexual é atacada através de termos que carregam uma clara intenção pejorativa como viado, boiola, afeminado, bicha, frutinha, baitola, entre outros nomes que nasceram de um sistema que debocha e atinge esta comunidade.

As mulheres que se sentem atraídas por mulheres recebem outras denominações, que além de lésbica adquirem com tristeza um vocabulário ofensivo como sapatona, cola velcro, mal comida, entre outras.

Em determinados casos, nota-se uma mudança na apreciação, por exemplo, o termo bicha é usado dentro da própria comunidade, no entanto, não deixa de apresentar um ar ofensivo dependendo do tom e do ambiente em que é pronunciado.

    : Natallia

Buscador