Etimologia de Inédito

Distingue-se no latim como inedĭtus, com respeito a algo nunca antes exposto ou -mais precisamente- publicado, podendo ter conotações tanto negativas quanto positivas, por exemplo, perante o aparecimento de uma doença ou sua própia cura, uma catástrofe natural ou um ato de heroísmo.

É um adjetivo composto pelo prefixo latino in-, que é identificado como "não", e pela palavra edĭtus, interpretada como editado, atuando como particípio passado do verbo edere, referente a editar ou criar, sobre as raízes ex-, entendido como sacar ou para fora, expressando o surgimento de algo, e dare, traduzido como dar, com raiz no indo-europeu *do-, por dar.

Por sua vez, destacamos os termos associados edição (nas formas do latim editio, editiōnis) e a profissão de editor (no latim como editor), bem como o papel essencial desempenhado pelo prefixo in-, presente em palavras como ineficiência, para negar um desempenho, ou inegável, para indicar precisamente algo que não deve ser rejeitado.

Buscador