Etimologia de Romantismo

Possui referência no francês romantique, associado ao francês médio romant, sobre a raiz do francês antigo romans, em alusão ao formato da escritura no verso, sendo uma característica da cidade da Gália no século V, onde seus habitantes proclamavam sua língua como romanus, em consideração a Roma, da qual tecnicamente é denominada como galorromances, e adaptada como romans em relação aos textos; vem acompanhado pelo sufixo -ismo, para compreender uma corrente de pensamento.

O Romantismo como movimento cultural surgiu em oposição ao Iluminismo do século XVIII

No século XVIII, a criação literária estava focada na análise objetiva e desapaixonada da realidade. Este paradigma foi enfraquecendo no final do século XVIII quando os poetas exaltaram a imaginação como valor supremo.

O inglês Lord Byron, o francês Victor Hugo e o espanhol José de Espronceda são alguns exemplos do novo espírito literário.

Para os poetas e romancistas do Romantismo, a essência das coisas não se encontra em seu valor objetivo, mas sim em sua dimensão invisível e misteriosa. Aquilo que não pode ser visto ou experimentado requer uma nova perspectiva, a imaginação. Enquanto o criador do Iluminismo esteve focado na universalidade da razão humana, os criadores românticos exaltavam o individual através da paixão e da imaginação.

Deslocado o eixo da razão, o homem romântico deixa ser guiado por seus sentimentos e estes são projetados nas obras literárias, em sua forma de pensar ou vestir.

O Romantismo é caracterizado pela exaltação do individual. Neste sentido, não é de estranhar que alguns indivíduos marginais da sociedade adquiram a categoria de protagonistas nas novelas românticas, como os piratas, os mendigos ou os eremitas. As preocupações desses personagens expressam os temas típicos do movimento romântico: a luta pela liberdade, o amor e a emancipação dos povos.

O nacionalismo europeu do século XIX é um movimento político inspirado nos valores do Romantismo

O processo de unificação da Alemanha pode ser entendido em termos políticos e econômicos, mas sua verdadeira dimensão só pode ser compreendida a partir do espírito do romantismo. Por outro lado, as promessas de igualdade e liberdade expressas na Revolução Francesa não foram cumpridas na maioria dos territórios europeus.

Este sentimento de desilusão foi traduzido na Alemanha com um novo movimento cultural denominado "Sturm und Drang" (em português, tempestade e ímpeto). Seus propulsores não tiveram um papel direto na criação da Alemanha como nação, mas criaram um clima intelectual em favor de um povo unido.

Não há como ignorar, por último, que o conceito "Espírito do povo" (em alemão, volksgeist) se enquadra nas coordenadas históricas do nacionalismo romântico.

Buscador