Etimologia de Flor

Observa-se no latim como flos, floris, e faz referência à parte das plantas em que se encontram os órgãos reprodutores. O núcleo etimológico, flos, é compartilhado em palavras com referência no latim como: floricultura (neologismo sobre flos, floris e cultūra), flora (em Flora, fazendo homenagem também à deusa do mesmo nome), desflorar (em deflorāre) ou floral (em florālis) pertencendo à mesma família em termos linguísticos. O significado desta palavra está projetado em contextos da linguagem bem diferenciados: como metáfora das coisas belas, como nome próprio de mulher, como símbolo na tradição heráldica, etc.

A beleza e o aroma desta estrutura de plantas estão presentes em diversas manifestações culturais e tradições: para honrar os mortos, para presentear a pessoa amada ou para decorar jardins.

Por outro lado, vale destacar que muitos territórios utilizam alguma flor de maneira simbólica (por exemplo, o lírio de maio representa a Colômbia e cada estado dos Estados Unidos é representado por uma flor).

Da mitologia romana aos jogos florais do século XIX

Na civilização romana foram incorporadas as divindades dos gregos. Assim, a deusa grega Cloris se tornou Flora na mitologia romana. Trata-se de uma bela donzela que era representada com flores no cabelo e em sua roupa, além disso, tinha o hábito de dar um pouco de mel aos homens.

Simbolizava o eterno renascer da natureza e em sua homenagem eram realizados festejos populares conhecidos como Floralia ou jogos florais (ludi floreales).

Esta festa ocorria entre os últimos dias de abril e os primeiros de maio, seu objetivo era exaltar a dimensão lúdica e sensual da existência. Os originários jogos florais dos romanos evoluíram e com o tempo se tornaram concursos dedicados à divulgação da poesia (esta tradição adquiriu seu auge no século XIX em cidades como Barcelona e Toulouse).

Expressões e provérbios

Para referirmos a um conjunto de pessoas que formam um grupo seleto ou privilegiado, dizemos que se trata da "flor e nata da sociedade". Quando ocorre um episódio em um curto período de tempo e causa grande sensação de maneira fugaz, afirmamos que se trata da "flor de um dia". Quando uma pessoa se mostra especialmente sensível, podemos dizer que "tem seus nervos a flor da pele". Se uma pessoa é a melhor dentro de um grupo, pode-se dizer que é a "flor de canela".

Existem vários provérbios para referir a esta palavra: "Do sorriso da mulher nasceram as flores"; "A mentira dá flores, mas não frutos"; "A beleza é como uma flor: nasce e depressa morre"; "A amizade é como a urze, uma flor que não morre".

    : Michael

Buscador