Etimologia de Tradição

Manifesta-se no latim como traditio e este sobre o verbo tradere no particípio, em referência a transmitir ou entregar, associado aos elementos trans- e dare, postulando as ações de passar (neste caso, está contemplado desde uma abordagem social, passando a um ensino) e dar respectivamente, este último com raiz no indo-europeu *do-, entendido explicitamente como dar. Neste sentido, em toda tradição há um "ato de entrega", uma espécie de presente que vai passando sucessivamente de pai para filho.

Todo indivíduo é herdeiro de um complexo legado cultural e esta herança constitui a ideia fundamental de qualquer tradição. Pode-se dizer que uma tradição é como um ritual invisível que permite que uma série de conhecimentos e costumes passe de uma geração para outra ao longo do tempo.

O território, a língua e a cultura são os elementos essenciais de todas as tradições

Embora na atualidade se fale de aldeia global, o mundo está fragmentado em fronteiras naturais e artificiais. Em cada território ou região, seus habitantes vão formando sua própria realidade vital. Uma tradição gastronômica, artística ou festiva só pode ser entendida em suas coordenadas geográficas.

Como regra geral, cada comunidade de indivíduos tem uma língua como meio de comunicação. A partir de um idioma comum, criam-se todo tipo de tradições: contos populares, provérbios, histórias épicas, narrativas históricas, etc.

O terceiro pilar que constitui uma tradição é a cultura, porque através dela se articula uma complexa rede de realidades de diferente natureza. A cultura em suas diversas manifestações é vivida sempre em limites geográficos e em uma língua.

As novas tendências constituem uma ameaça às tradições

Com a evolução da história há duas tendências antagônicas que se repetem ciclicamente: a preservação das tradições e a irrupção das novas correntes. Este mecanismo é atemporal, pois tem constituído e constitui o aspecto essencial da história.

A invenção dos metais estabeleceu uma nova tecnologia que superou os utensílios feitos de pedra. Na Idade Média, o trabalho dos escribas foi abandonado com a invenção da imprensa. A produção industrial em grande escala desbancou a produção artesanal das pequenas oficinas. A caligrafia manual foi substituída por teclados.

Nas diversas criações artísticas aparecem movimentos ou correntes que substituem as tendências já existentes.

Basicamente, algo novo aparece e o velho fica em segundo plano ou desaparece diretamente. Nesta engrenagem da história da humanidade não há regras fixas, já que algumas novidades se tornam tradições com o passar do tempo, enquanto que certas tradições acabam morrendo lentamente e outras continuam vivas após uma história milenar.

    : Edson

Buscador