Etimologia de Música

É visto no latim musĭca, que origina-se do grego mousikḗ, associado a moûsa, fazendo alusão à força artística das musas, em referencia as personagens femininas da mitologia grega que tinham a missão de agradar os Deuses do Olimpo. As musas tinham várias habilidades e entre elas se destacava o domínio da melodia, o ritmo e a harmonia para criar belos sons. Estas divindades, todas filhas de Zeus e Mnemosine, logo se tornaram personagens que inspiravam os artistas.

Para os gregos a música era uma técnica ou téchne, uma vez que não estava focada na razão ou logos, mas sim numa manifestação de entendimento.

Diante desse quadro geral, esta atividade artística era entendida como uma "mousiké téchne", que posteriormente ficou conhecida como "ars musica" na civilização romana.

Entre os restos arqueológicos das culturas que precederam as civilizações antigas foram encontrados elementos e peças de diferentes materiais utilizados para emitir sons. Neste sentido, existem flautas e outros instrumentos fabricados de osso ou madeira que se remetem há 40.000 anos. Apesar disso, a música como manifestação cultural plenamente desenvolvida teve início na Grécia Antiga. Foi aí que a música adquiriu sua avaliação atual. Assim, quando as palavras não podem transmitir todas as ideias, a expressão musical procura comunicar o inominável.

O papel das musas

Segundo o poeta Hesíodo, havia nove musas.

- Calíope é representada por carregar uma lira e isso a inspirava na poesia épica.

- Clio vem acompanhada de uma trombeta em uma de suas mãos e um rolo de papiro na outra.

- Erato é a musa da poesia lírica e a flauta seu instrumento favorito.

- Polímnia representa os cantos e hinos sagrados.

- Euterpe simboliza o domínio da flauta.

- Tália é uma musa da poesia bucólica.

- Melpomene compreende a manifestação do trágico, porta uma máscara em suas mãos e uma faca em alusão a tal sentimento.

- Urânia está focada na poesia, mas também na matemática.

- Por último, Terpsícore é uma musa que complementa a atividade musical, já que sua arte está focada na dança.

Para os gregos antigos, a música era inseparável da dança, do teatro e da poesia.

Atualmente falamos de música, teatro, dança e poesia como manifestações artísticas independentes

No entanto, para os antigos gregos não era assim, já que todas estas artes eram apresentadas de maneira harmonizada nas diversas atividades culturais. A arte dos sons vinha acompanhada geralmente de um texto poético e de uma dança.

Além de sua dimensão artística, o filósofo Pitágoras enfatizava a vertente terapêutica das melodias, pois com elas era possível aliviar a alma humana.

A notação musical começou a ser desenvolvida por volta do século V a. C e o primeiro teórico da música foi Aristógenes de Tarento. Do ponto de vista acadêmico, esta forma de arte é estudada em uma disciplina, a musicologia.

    : olyasolodenko

Buscador