Etimologia de Filosofia

Possui referência no latim como philosophĭa, a partir do grego contemplado em philosophía, em pró de criar uma nova forma de pensar. Sobre a desconstrução original, são abordados os componentes gregos philo-, que indica a capacidade de amar, e o vocábulo sophia, que refere ao saber adquirido, para desta maneira, manifestar uma atividade através da qual se demonstra o amor pelo conhecimento.

Segundo as referências de Platão e Aristóteles, o primeiro homem que se autodenominou filósofo foi Pitágoras de Samos no século VI a. C. Quando perguntaram a ele se considerava um sábio, disse que não, pois na realidade era um amante da sabedoria. Com esta afirmação sobre si mesmo, Pitágoras expressou uma ideia fundamental: o conhecimento verdadeiro deve ser entendido como uma relação de amor entre o indivíduo e aquilo que quer conhecer.

A maioria das histórias filosóficas faz referência a um item bem específico: a transição do mito para o logos

Em outras palavras, de que maneira e por que os primeiros filósofos gregos foram abandonando as explicações das histórias míticas de Homero e Hesíodo e introduziram aos poucos um pensamento racional para explicar a realidade.

Os primeiros filósofos focaram a compreensão da natureza a partir da razão ou logos

Para os pitagóricos, todos os seres do universo podem ser explicados com critérios matemáticos. Para Heráclito tudo o que existe está sujeito a uma constante evolução e este processo de mudança contínuo revela uma harmonia oculta que devemos desvendar. Segundo Parmênides, a realidade mutante contradiz a razão, pois se há uma só realidade, não pode surgir a pluralidade.

Para Demócrito a realidade em sua complexidade depende de uma unidade fundamental, o átomo (com a ideia de átomo já era possível explicar a pluralidade de seres e o movimento). Tales de Mileto afirmou que a água era o princípio fundamental da natureza e Anaximandro afirmou que o princípio não podia ser uma substância concreta, mas que deveria ser algo indeterminado e por isso chamou de ápeiron.

Os filósofos mencionados acima compartem um denominador comum: a physis ou natureza deve ser entendida com critérios estritamente racionais. Por outro lado, estes filósofos deram os primeiros passos para o desenvolvimento da mentalidade científica.

Com o passar do tempo, a filosofia foi diversificando-se em ramos e categorias, como a metafísica, a lógica e a ética. Trata-se de uma disciplina única, pois nela há mais perguntas do que respostas e tudo o que se afirma em uma corrente tem uma visão contrária.

    : Federqua

Vinculado

Buscador