Etimologia de Dramatização

Dramatização é observada como dramatizar, localizando-a no latim tardio a partir dos elementos drama e -ătis. Observa-se pontualmente que drama distingue uma raiz no latim tardio drama, em relação ao grego drâma. Falamos de dramatização em um sentido duplo, uma vez que este conceito se refere à encenação de uma obra teatral do gênero dramático e, ao mesmo tempo, é uma forma de expressar sentimentos de maneira exagerada. Por sua vez, destaca dramaturgo no grego dramatourgós.

A origem deste gênero teatral pode ser encontrada nas obras de Sófocles

Os gregos antigos foram aqueles que iniciaram a tradição teatral. As primeiras obras foram tragédias, trabalhos com um espírito religioso que buscava a purificação das paixões ou catarses (as tragédias gregas foram representadas em homenagem a Dionísio, a divindade que simbolizava o prazer e a dor). Com o passar do tempo, a encenação foi perdendo sua dimensão religiosa e incorporou os elementos típicos do teatro grego: a dança, a música, as máscaras e a representação.

A dramaturgia grega começou com Sófocles no século V a. C, na polis de Atenas, em seu período de maior esplendor. Suas obras estão entre a tragédia e o drama. Embora fosse escrito mais de cem obras, apenas sete são preservadas e três delas são um clássico da literatura universal (Electra, Édipo Rei e Antígona).

Em suas representações foram introduzidas algumas novidades significativas: o aparecimento de um terceiro personagem, uma trama de abordagem satírica e um sentido de ficção até então desconhecido.

Suas representações foram avaliadas como uma festa da cultura popular entre os atenienses. Os dramas de Sófocles continuavam a tradição dionisíaca do teatro grego, mas foram adaptados ao espírito democrático de Atenas.

Os cidadãos que compareciam às apresentações chegavam ao teatro levando a estátua de uma divindade, vestidos com suas melhores galas, dentro de um ambiente festivo. Após a representação tinham o costume de celebrar um banquete e sacrificar um animal.

Além dos cenários

A origem das palavras vai evoluindo e o conceito dramatização é um bom exemplo disso. Na linguagem cotidiana, dizemos que alguém "faz um drama" quando exagera seus sentimentos (quem age desta maneira se torna um ator neste sentido).

Quando se fala em ideias ou avaliações muito negativas, são rotuladas como dramáticas.

Na comunicação ordinária também há uma combinação de tragédia e drama, pois uma situação trágica equivale a uma situação dramática.

Por último, uma variante do dramático é o melodramático (no sentido literário se trata de um gênero teatral que combina ação dramática com música).

    : Emmanuel

Buscador