Etimologia de Psicologia

É um neologismo incorporado em 1590 nos trabalhos do teólogo alemão Felipe Melanchthon, baseado sobre os elementos gregos: psycho-, para referir à alma, e -logía, por logos, para determinar o estudo ou ciência. Em seu sentido mais genuíno, a psicologia é a ciência ou o conhecimento da alma. Esta definição inicial obedece a um fato histórico, pois durante séculos se acreditou que a alma era a entidade ou substância que dava sentido ao entendimento e à própria vida. Com o passar do tempo, a ideia da mente ocupou o lugar da alma.

A psique para os gregos

No vocabulário dos antigos gregos a palavra psique fazia referência ao ar frio. Este termo foi empregado em relação ao ar ou suspiro que o ser humano exala na hora de sua morte. Assim, o último suspiro de vida indica que há algo em nosso interior que nos dá a vida e quando sai do corpo faz com que morramos. Por este motivo, os gregos concebiam a alma através do termo psique.

A ideia acima provém da mitologia, mais especificamente da história de Eros e Psique, imortalizada na obra de Apuleio, "A metamorfose". Inspirado numa história grega, o escritor romano narrou a história do amor entre Psique e Eros. Este mito conta como a bela Psique ficou com Eros, mas antes disso teve que ir ao Reino de Hades, ou seja, o inframundo. Para os gregos antigos, Psique era a personificação da bondade na alma humana.

Uma disciplina relativamente recente e com uma complexa rede de relações com outras áreas

A psicologia como disciplina científica surgiu no final do século XIX como uma área independente da filosofia. O primeiro laboratório de psicologia experimental foi criado pelo alemão Wilhem Wundt na Universidade de Leipzig.

A partir de então foram desenvolvidos vários paradigmas nesta disciplina, como a psicofísica, o behaviorismo (condutismo), a psicanálise, o cognitivismo e a gestalt. Cada uma destas concepções teóricas proporciona um modelo descritivo para explicar a essência da personalidade e do comportamento humano.

Na atualidade a psicologia apresenta diversas áreas e está projetada em todo tipo de âmbito. Está presente no campo da saúde mental, na sexologia, na medicina forense, na educação, no esporte e no local de trabalho. Não devemos esquecer, por outro lado, que as campanhas de marketing são também baseadas no conhecimento sobre as preocupações humanas.

O profissional da psicologia se encontra diante de novos desafios: da dependência de tecnologia, do estresse crônico, dos desequilíbrios emocionais relacionados às novas formas de socialização e aos problemas de adaptação à mudança em um mundo em permanente transformação.

    : Ihor

Buscador