Etimologia de Tocayo (no Espanhol)

Tem uma referência no nahuatl como tocaitl, que se refere a 'nome' e o que isso implica em termos de 'honra', 'reconhecimento' e 'prestígio', a aprtir do qual aparece tocaie, pela 'honra' perante o nome, assim como tambem notocapo, para apontar, precisamente á 'aquele que tem um nome igual o meu', e tetocayotiliztli, ao respeito de 'dar nome a outro'. Entre seus usos, tocayo originalmente seria adotado para indicar o 'firmante' referente a rubrica feita pela pessoa em algum tipo de documento, conforme registrado no Volume 2 do ‘Vocabulário da língua espanhola e castelhana’, do Padre Alonso de Molina (1513-1579), publciado em 1571. Também, se encontra a obra do padre Andrés de Olmos (1485-1571), 'O Arte da Língua Mexicana', concluída em 1547 e impressa em 1875.

É importante notar a conjugação do prefixo to-, que emerge do pronome to, referindo-se a 'nosso', assim, caitl é interpretado como 'nome'. Encontra-se uma família abundante relacionada a nível linguístico: tocaie é 'aquele que tem um nome', da mesma forma, pode ser observado ontetocaitlcem relação a 'apelido', enquanto o valor do prefixo to- é claramente apreciado em toaxca, para 'ser nosso'.

Sobre a origem desta palavra, circula uma hipótese rebuscada e, ironicamente, consolidada e difundida, mesmo em contextos especializados, que remonta ao latim, no contexto do compromisso na celebração do casamento, postulando 'Ubi tu Gaius, ego Gaia', que pode ser traduzido como 'onde Gaius está, eu sou Gaia'. Embora a Real Academia Espanhola (RAE) tenha reproducido essa frase como fonte etimológica em duas edições de seu Dicionário de referência, logo optou por se distanciar do debate, declarando a etimologia de maneira indeterminada.

Tocayo refere-se a um indivíduo cujo nome próprio coincide com o de outro, na mesma língua ou inclusive em outra, apesar da diferença escrita e/ou fonética que possa existir neste último caso, explorando um fato de associação independentemente do parentesco ou relação social entre ambos. Serve como uma ferramenta para desenvolver um diálogo informal entre dois atores que se encontram pela primeira vez. Além disso, seu uso é estendido à ideia de 'companheiro', refletido comumente entre amigos, casais, ou até com uso irônico, por exemplo, no que diz a respeito de poder contar com uma cerveja bem gelada. Tem sua forma feminina expressada como tocaya. No portugués, xará, tem as mesmas conceptualizações.

Outras palavras de amplo alcance originadas no nahuatl, que analisamos no site, são: abacate, barbecue, chocolate, tomate e, claro, México (embora muitos ainda prefiram enunciar Méjico como tributo à conquista espanhola e à regulamentação da língua).

Buscador